Home / Infoprodutos / Saiba mais

Saiba mais

Como o próprio nome já explica, infoprodutos são produtos digitais, elaborados a partir da utilização dos recursos da informática, o meio pelo qual também são divulgados e comercializados. Um infoproduto nada mais é do que uma informação digital, e sua difusão pode se dar de forma paga ou gratuita.

Uma das vantagens de um infoproduto sobre os chamados produtos “físicos” é que não requer espaço para formação de estoques nem meios de transporte para a entrega ao cliente, uma vez que a transmissão do conteúdo é feita por e-mail ou por links hospedados em páginas na Internet.

Mas não é só isso. Outro grande potencial é o seu poder multiplicador, uma vez que o mesmo produto pode ser vendido quantas vezes sua aquisição ou pedido se verificar, ou seja: sem custo adicional além daquele despendido para a sua produção, o mesmo infoproduto pode ser comercializado dezenas, centenas, milhares ou milhões de vezes. Um exemplo: e-book, ou livro digital, que é facilmente transmitido pelos meios já citados. Caso fosse um livro impresso, os exemplares teriam que ser reimpressos cada vez que se esgotasse a edição, gerando custos consideráveis. Evidentemente, com o tempo, o custo unitário de produção de livros impressos vai diminuindo, devido ao lucro obtido e ao fato, por exemplo, de alguns custos não serem mais necessários, como a produção das matrizes para impressão, mas no caso do infoproduto o meio digital já está devidamente “empacotado” e basta enviá-lo a cada solicitação.

Um especialista em determinada área ou profundo conhecedor de algum tema pode perfeitamente produzir o seu próprio e-book, normalmente convertido para o formato PDF para distribuição. Mas o termo não se restringe aos chamados e-books. Vamos citar, em ordem alfabética, outros exemplos de infoprodutos, além dos e-books:

Audiobooks – livros narrados e compactados em formato MP3 ou outro processo similar. Tem sido utilizado para divulgar a Bíblia, por exemplo. O ideal é dispor de um estúdio, mas a produção também se torna possível com um simples microfone de boa qualidade e uma sala livre de ruídos. Há uma grande vantagem em sua portabilidade, ou seja, os audiobooks podem ser transportados facilmente e ouvidos em iPod, smartphone ou qualquer outro player de áudio, enquanto o ouvinte realiza outras atividades paralelamente.

Emagazines – Também chamadas de eZines, são revistas eletrônicas. A exemplo dos e-books, podem ser convertidas para o formato PDF. Também a exemplo dos e-books, sua produção tem um custo muito mais baixo do que os meios impressos.

kits – conjuntos de infoprodutos de diversos tipos. Por exemplo: vídeos, imagens e textos. Isso vai depender do conteúdo. A pessoa que produz um kit estuda a melhor forma de elaborar cada um dos conteúdos e os reúne num kit, o que potencializa a facilidade de venda. É um eficaz meio de produzir cursos e enciclopédias, por exemplo.

Podcasts – Os podcasts são gravações em áudio que costumam simular programas de rádio. Muito comum para a divulgação de entrevistas, debates e outras formas de expressão. Sua vantagem também é a de poder ser consumido em meios portáteis, enquanto o ouvinte realiza outras tarefas.

Screencasts – forma mais rápida e fácil de se criar um vídeo a partir da tela do próprio computador. Serve, por exemplo, para divulgar informações sobre o uso de um software, entre outras aplicações.

Vídeo-aulas e palestras – Cada vez mais difundidas como meio fácil de divulgar e propagar informação e conhecimento. E há uma dupla finalidade. Uma pessoa pode, por exemplo, dar um curso presencial, cobrando por ele, e ao mesmo tempo gravá-lo em vídeo para convertê-lo numa vídeo-aula, que também poderá ser comercializada, propiciando mais uma forma de lucro.

Mais do que infoprodutos

O comércio pela Internet (e-commerce) não se restringe, no entanto, aos produtos digitais ou infoprodutos. Cada vez mais as lojas em sua modalidade tradicional de comércio, mesmo os grandes magazines, têm percebido o potencial da Internet para o incremento das vendas. Ou seja: o comércio tradicional se vale do poder da chamada Grande Rede para expandir cada vez mais os seus negócios e multiplicar suas vendas. E um fato que se tornou corriqueiro é a venda de alguns produtos por preços abaixo do que aqueles encontrados na loja física pertencente ao mesmo grupo, exatamente em razão do baixo custo proporcionado pela Internet. Não se pode, por exemplo, comparar o número de funcionários necessários em atividade numa loja tradicional, à pequena equipe que pode levar adiante o negócio administrando o site da mesma loja.

CLIQUE AQUI para voltar ao artigo que você estava lendo.



Participe com seu comentário

Importante
Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso de cookies.