Home / Dinheiro pela internet / Que tal ter lucro pela vida toda?

Que tal ter lucro pela vida toda?

Que tal ter lucro pela vida toda

Sabemos perfeitamente que a primeira reação das pessoas diante do título deste artigo é a desconfiança.

E essa desconfiança surge porque as pessoas associam imediatamente a expressão lucro pela vida toda a algo muito fácil.

“Lá vem esse sujeito querendo me ensinar uma mágica pra ganhar dinheiro. Estou cheio disso…”

Então eu vou logo dizendo: Não, o que eu vou falar aqui não é fácil não.

Mas você é capaz de fazer. E essa é a questão: tem que fazer.

O inevitável na vida de todos

Pense no seguinte: de um modo geral, a menos que a pessoa seja muito rica, sempre existem momentos em que você passa aperto na vida.

E isso é quase inevitável na vida de quem é trabalhador, de quem tem filhos para criar, de quem se aposenta e tem grande queda de renda, de quem teve despesas imprevisíveis.

Perdas de quando, por exemplo, o carro quebrou e você não tinha dinheiro para consertar,, entre outras inúmeras situações. E aí você fica sem saída e acaba pegando empréstimo, que, no caso do Brasil, é o início das grandes dificuldades, porque juros bancários no Brasil estão entre os piores do mundo inteiro.

Como escapar dos erros?

Então, o primeiro grande erro que a grande maioria das pessoas comete é sair atrás de dinheiro só quando precisa, só quando não tem mais jeito e só quando já está cheio de dívidas e precisa ganhar dinheiro rápido. E, isto sim, é o mais difícil.

Porque dinheiro rápido é associado a dinheiro fácil, e aí todos vamos concordar logo com o que dissemos no início: dinheiro rápido tem cheiro de dúvida, cheiro de desconfiança. E até, às vezes, cheiro de desonestidade.

Quem nunca ficou desconfiado quando soube de alguém que, de uma hora pra outra, sendo pobre, passou a demonstrar que está ficando ou que ficou rico?

Nós pensamos logo: ou ganhou na loteria, ou roubou, ou está fazendo alguma coisa desonesta, como vender drogas ou algo parecido.
468x60

Comece antes de precisar

Então, quer saber de uma grande dica? Comece a buscar dinheiro, comece a trabalhar para ganhar dinheiro, antes de precisar dele com urgência, antes de ficar sem grana, antes de precisar fazer empréstimo e antes de ficar sem dinheiro e até cair na mão de agiota, que é o pior dos mundos.

Quer ver um bom período na vida para fazer isso? Enquanto você está estudando. Ou quando você está num bom emprego e está ganhando bem. Isto mesmo. Parece contraditório, mas garantimos a você que é real.

Nem estamos falando aqui de economizar muito ou de botar dinheiro no cofrinho. Lógico. Isso você também pode fazer. Só que significa guardar o dinheiro que você já tem. E o que estamos falando é em produzir mais dinheiro, mesmo que você tenha uma vida relativamente confortável, que é o momento em que as pessoas menos pensam em produzir mais dinheiro, na ilusão de que passar aperto é algo impossível de acontecer.

E acredite: passar aperto é possível e diríamos que é até provável na vida de qualquer um. Mais dia, menos dia. E aí bate o desespero.

Sem precisar pagar as contas

Quer ver uma situação típica? A pessoa faz um curso universitário e tem o papai ou a mamãe (ou ambos) para pagar as mensalidades. Não precisa também pagar aluguel, nem alimentação, nem a gasolina do carro para ir para a universidade.

Ou, mesmo que não faça universidade nem estude em lugar nenhum, mora junto com alguém sem precisar pagar aluguel (um parente, por exemplo), e fica durante vários anos ou mesmo décadas gastando tudo o que ganha, não produzindo mais renda. E vivendo num mar de rosas, como se diz.

Essas pessoas não saem nunca da chamada zona de conforto. Ai, quando a coisa aperta, têm que sair da zona de conforto na base do sufoco, do desespero.

A armadilha do dinheiro rápido

É a hora em que pensa: preciso ganhar dinheiro rápido. O que significa chegar ao mais difícil, que é ganhar dinheiro rápido.

Sabe o que é o ideal? É você começar a ganhar dinheiro extra mesmo quando não precisa dele. Porque aí você não tem pressa para ganhar dinheiro e pode fazer tudo mais devagar e com calma. E fazer só o que você gosta de fazer, que é o melhor de tudo.  E mesmo que não goste tanto de fazer, vai ser menos difícil, porque não precisa fazer com tanta pressa.

E fica mais fácil. Porque você não vai precisar ter pressa nem mesmo para escolher.

Mesmo sem ter talento

Vamos dar um exemplo típico: você sabia que existem pessoas que, mesmo sem ter o dom de escritor, ficaram ricas escrevendo um livro?

Isso mesmo: um livro que caiu no gosto do que as pessoas queriam ou estavam procurando e que virou um grande sucesso de vendas. Vendas que podem se prolongar pela vida toda. E é aí que chega ao que chamamos de renda perpétua, Mas, calma: se você não gosta de escrever ou não sabe escrever, existem outras formas de renda perpétua. Continue lendo até o final. Ou assista ao vídeo.

Mas primeiro vamos falar do livro.

Se você está fazendo um curso é porque, evidentemente, deve ser uma matéria pela qual você tem interesse, correto?

E por que não escrever um livro dentro dessa matéria pela qual você tanto se interessa?

É simples. Basta você procurar, dentro dessa matéria, assuntos pelos quais as pessoas tenham grande interesse, que são muito procurados, e sobre os quais quase ninguém fala. E, portanto, as suas chances de sucesso aumentam.

Procure que você acha

Existem formas de se procurar na internet quais são essas demandas, pelos sites de busca. E aí você escreve um livro com um assunto muito procurado e vai ser muito difícil você não vender esse livro, que talvez se torne até um best seller, que passe a vender pela vida toda.

Você acha que isso é impossível? Quer alguns exemplos?

Vamos falar primeiro de literatura. Mas, calma, vêm exemplos em outras áreas mais adiante. E existem livros cujos autores até já morreram e que continuam fazendo sucesso.

Vamos falar primeiro de quem viveu antes da era tecnológica.

Sucessos milionários. Ou bi

Agatha Christie é a maior autora de livros de suspense de todos os tempos. A autora britânica vendeu nada menos do que 200 bilhões de cópias dos seus romances e contos. O que mais vendeu foi O caso dos 10 negrinhos. Ela morreu em 1976, mas seus livros fazem sucesso até hoje.

O Pequeno Príncipe, lançado em 1943, de autoria de Antoine de Saint-Exupery, já vendeu mais de 140 milhões de cópias. O Autor francês morreu em 1944, mas seu livro faz sucesso até hoje.

Vamos supor que cada livro tenha rendido só o equivalente a um real para ele. Seriam 140 milhões de reais com apenas um livro. Nada mal, não é mesmo? Mas é óbvio que cada livro rendeu muito mais do que um real. Bota muitas mega-senas nisso.

Magia que rende até hoje

E o que dizer da escritora britânica que criou Harry Potter – essa ainda está viva – e que vendeu, só com seu primeiro livro, Harry Potter e a Pedra Filosofal, mais de 900 milhões de cópias?

Nascida em 1965, ela curte a fortuna até hoje, embora tenha batalhado muito para conseguir esse primeiro lançamento. Consta que nada menos do que 12 editoras se recusaram a lançar o livro antes de ser finalmente aceito por uma pequena editora de Londres.

E essa escritora enfrentava grave crise financeira quando lançou esse primeiro e estrondoso sucesso. Não é preciso dizer que dinheiro é o que não lhe faltou mais, depois que seus livros começaram a se transformar em best sellers mundiais, embora durante bom tempo ela tenha enfrentado em sua vida dramáticos anos de dificuldades pela falta de dinheiro que quase a levaram ao desespero.

Antigo que ainda faz sucesso

Dom Quixote, do espanhol Miguel de Cervantes, lançado em 1605, vendeu mais de 500 milhões de cópias e continua vendendo até hoje, embora seu autor tenha morrido em 1616.

Está bem, são casos típicos de talento na literatura. Mas vamos a outros best sellers.

O norte-americano Napoleon Hill tem entre suas obras mais famosas A Lei do Triunfo, Pense e Enriqueça e Só tem Sucesso quem quer. Ele morreu em 1970, mas sua obra desvendando os segredos da riqueza é referência até hoje.

Riqueza que gera riqueza

Existe uma infinidade de livros sobre riqueza que se tornaram referências internacionais, como Pai Rico Pai Pobre, do milionário norte-americano Robert Kiyosaki (que esteve recentemente no Brasil), Os segredos da mente milionária, de T. Harv Eker, Trabalhe 4 horas por semana, de Tim Ferriss, Casais Inteligentes enriquecem juntos, de Gustavo Cerbasi, O Homem mais Rico da Babilônia, de George S. Clason; Good to Great:Empresas feitas para vencer, de Jim Collins, O Maior Vendedor do Mundo, de Og Mandino, entre inúmeros outros, que todos os milionários leem.

E aí as pessoas vão logo dizendo: mas é muito caro editar um livro. Não é não, e eu te digo mais: pode até ser de graça.

A edição de um livro sai realmente cara quando você edita um livro impresso, no modelo tradicional. Só que hoje existem os livros digitais, os chamados e-books. E a venda deles vem crescendo porque são mais práticos, podem ser levados a qualquer lugar, não juntam poeira, não amassam, não sujam e nem ocupam espaço. Num simples pendrive ou num tablete você pode colocar mais livros do que cabem numa estante enorme se fossem de papel, desses que sujam, que rasgam, que ficam velhos e até mofados.

Mais de um milhão de títulos

E a maior livraria virtual do mundo, a Amazon, que já tem mais de um milhão de títulos à venda, permite que você coloque livros lá de graça. Isto mesmo: sem pagar um tostão. E ainda te dá como lucro por venda um percentual extremamente maior do que aquele oferecido pelas editoras de livro impresso no modelo tradicional.

Eu mesmo tenho um livro digital lá, que é um romance, e que você pode acessar e inclusive ler os primeiros capítulos. O link está aqui.

Mas, está bem, você não gosta ou não quer escrever e-books. Mas, como nós já dissemos, existem outras formas de você construir renda perpétua sem escrever livros.

 

É preciso agir

Só que não adianta só se inscrever nesses programas. É preciso agir. É preciso trabalhar. E esse trabalho pode ser feito até nas horas de folga. Ou até nas horas em que você está se divertindo.

Isto mesmo: você pode ganhar dinheiro até nos seus momentos de lazer.

Parece muito bom para ser verdade. Mas é a pura verdade.

Clique aqui para conhecer uma dessas oportunidades, que está no meu blog PegSeuEbook. E essa é apenas uma dessas oportunidades. Vamos falar de muitas outras em mais artigos nos nossos sites e em mais vídeos no nosso canal.

Portanto, inscreva-se no canal. E não se esqueça de clicar no sininho, para ficar sabendo todas as vezes em que for postado um novo vídeo.

E curta e compartilhe, para os seus amigos e amigas também se inscreverem e saberem, junto com você, de todas as novidades que vêm por aí.

About Gerson Menezes

Gerson Menezes é jornalista, escritor e empresário. Possui uma extensa rede de sites e três canais no YouTube. Em sua carreira profissional ministrou aulas como professor universitário durante 10 anos e atualmente se dedica à atividade de empreendedor digital. Em sua atuação em jornais, revistas, assessorias de comunicação, emissoras de rádio, livros publicados, artigos na internet, já produziu mais de 15 mil textos. Parte dessa produção está em seu site pessoal, no endereço http://www.gersonmenezes.com.br (Acesse em PC/notebook. Não acessível em dispositivos móveis por conter abertura em flash). Essa produção permanece em ritmo acelerado, pois há novos textos de sua Autoria sendo continuamente publicados em blogs de artigos e em sua rede de sites, direcionados a vários nichos de mercado. É também proprietário da empresa Texto e Vídeo Produções. Seu mais novo endereço na internet engloba toda a sua rede e abrange os segmentos de Educação, Motivação, Dinheiro, Saúde, Relacionamento, Mulher, Audiovisual e Turismo. Visite: https://www.pegseuebook.com.br

Participe com seu comentário

Importante
Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso de cookies.